HBSIS
UNIMED ARAXÁ PROMOVE AÇÕES COM BASE NOS DADOS DO HB.PREVER

O HB.Prever foi implantado na Unimed Araxá, de Minas Gerais, em outubro de 2012. A expectativa da empresa era obter dados de fácil acesso e mais credibilidade para realização de programas de prevenção à saúde. Cinco meses depois, o resultado já foi atingido segundo a coordenadora do núcleo de saúde integral da Unimed Araxá, Clélia Grabowski.

“O processo de trabalho, antes manual, passou a ser realizado com mais agilidade, possibilitando a organização de informações e a ampliação da cobertura dos programas de atenção à saúde”, explica a executiva. Ela complementa que a facilidade na seleção de elegíveis para uma variedade de programas é facilmente obtida pelo HB.Prever e isso deve influenciar diretamente no IDSS da operadora nas próximas avaliações de desempenho.

O controle mais efetivo e a facilidade no uso do sistema motivou profissionais da Unimed Araxá, agilizou os atendimentos dos programas de prevenção e as atividades em grupo e de educação em saúde.

“Desde a implantação, o Núcleo de Saúde Integral promoveu novas ações de saúde com base nas informações geradas pelo sistema, como as campanhas de mamografia e citologia oncótica”, finaliza Clélia. “O HB.Prever tem atendido nossas expectativas, possibilitando maior confiabilidade de dados e utilização das informações”, completa.

Sobre o HB.Prever
Para um plano de saúde, a prevenção é a chave do sucesso. E é por isso que as empresas deste segmento apostam em programas de prevenção e conscientização. O grande diferencial do HB.Prever é acompanhar as pessoas envolvidas nestes programas e mensurar os resultados dos investimentos das companhias em melhoria na qualidade de vida dos seus beneficiários.

O HB.Prever realiza o monitoramento dos usuários dos programas em diversos quesitos, que podem ser acompanhados de forma sistemática e prática pela companhia. Ele serve de parâmetro para a tomada de decisão sobre ações, já que consegue analisar quais são os principais problemas e quais usuários estão na zona de risco para cada situação. Com isso, os investimentos passam a ser focados e os resultados acompanhados de forma eficiente.

Fonte: Melz | Assessoria de Imprensa - HBSIS