HBSIS
OS NOVOS DESAFIOS DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA

A Nota Fiscal Eletrônica trouxe consigo novas diretrizes que obrigam as empresas a passarem por adaptações em sua rotina de trabalho. Antes no papel, agora a NF-e é emitida e armazenada eletronicamente. Um dos grandes desafios da empresa é não perder o ritmo de trabalho garantindo que a emissão das notas não afete o restante das atividades corporativas. Apelar pra quem na hora em que falta suporte? Esta mudança foi transformada em oportunidade pela HBSIS, empresa de TI de Blumenau (SC). Para garantir a satisfação de seus clientes, entre eles a Ambev, a empresa criou uma solução personalizada para a emissão das NF-e.

"O HB.NFE integra os sistemas corporativos das empresas com as Secretarias da Fazenda, fornecedores e clientes. O sistema faz gerenciamento da integração com o ERP ou legado. Também realiza a validação de documentos de assinatura digital, transmissão para as Secretárias da Fazenda, assim como, o encaminhamento dos documentos autorizados aos destinatários e registro do resultado desta operação no sistema de origem",conta o gerente de marketing, Odair Behnke.

A solução da HBSIS permite ainda o recebimento de documentos eletrônicos de fornecedores verificando a integridade e validade do documento fiscal antes mesmo de a mercadoria chegar à sua empresa, evitando retrabalhos, além de já estar preparada para tratar a CC-e (carta de correção eletrônica) que entra em vigor em julho deste ano. Tudo isso em background.

Através dessa solução multiplataforma, a Ambev gera por mês em torno de 6,8 milhões de notas fiscais eletrônicas. São expedidas cerca de 130 mil notas em duas horas nos Centros de Distribuição e 170 mil notas em duas horas nas revendas. O sistema oferece também processo de contingência, no caso de problemas de comunicação com as Secretarias da Fazenda. Sem contar a economia de papéis e redução de custos com impressões das notas.

Fonte: Melz | Assessoria de imprensa - HBSIS